Fundação Municipal de Cultura Prefeitura de Belo Horizonte

DE 15 A 22 DE OUTUBRO

Chamada FAN mulher

Último dia do Festival de Arte Negra 2017

 

No domingo, 22 de outubro, chegamos ao último dia do Festival de Arte Negra, celebrando sua 9ª edição e, desta vez, dedicado ao protagonismo da mulher negra.  Música, teatro, dança, cinema, exposições, oficinas, atividades e linguagens das mais variadas fortalecendo os conceitos de respeito à diversidade e luta e à valorização e difusão das artes negras, que sempre foram o foco do festival.

Programação do dia

O dia começa com o segundo concerto em homenagem à Joaquina Lapinha, primeira cantora lírica negra do Brasil e a grande homenageada desta edição. O concerto acontece às 11h, no Museu de Arte de Pampulha – MAP (Av. Dr Otacílio Negrão de Lima, 16585 –Pampulha).

No MIS Cine Santa Tereza (Rua Estrela do Sul, 89 – Santa Tereza) temos a mostra Cinema Negra que, desde o dia 18, vem apresentando produções cinematográficas protagonizadas e/ou produzidas por mulheres negras.  A programação de domingo tem início às 17h com Mesa de Debate da qual participam Viviane Ferreira, Carolina Costa, Eloísa Silva, Maria Gabriela Gomes e Francisco Matias. Às 19h será exibido o filme “O Dia de Jerusa”, de Viviane Ferreira. A classificação é livre.

Às 11h, o Museu Abílio Barreto recebe a oficina “Nossas Histórias, Um Pote de Ouro”, com Denilson Tourinho, Raisla e João Lucas.  No Teatro Francisco Nunes destaque para o Fanzinho, com uma programação dedicada às crianças . Às 9h tem Brincante Farias e às 11h tem Contos da Mitologia. Às 11h o teatro recebe o espetáculo “O Cheiro da Feijoada” de Iléa Ferraz.

O FAN BH conta também com exposições em vários espaços. Algumas se estenderão para além do período de realização do festival. Confira aqui.

Shows

Às 14h o público do Parque Municipal, no Palco Ojá, recebe o groove da banda Cromossomo Africano, seguida pelo setlist do DJ Maurinho.  Às 15h, tem Dé Lucas e o Samba da Batuta com o show “Clarear”. O palco Baobá segue com uma programação dedicada ao samba. Às 16h30 tem Samba na Roda da Saia, cantando sambas das mulheres do Brasil. 17h30 tem o Samba da Criação, seguido de Fala Tambor e a noite se encerra às 20h com a Roda de Samba da Nilze carvalho, homenageando Clementina de Jesus.

Confira os demais horários e locais da programação aqui